Preenchimento Facial - Ácido Hialurônico


Ao injetarmos o material sob a pele ele “empurra” a pele acima dele para fora, suavisando as rugas e sulcos nessa região. Após a aplicação ocorrem algumas reações que dependem do tipo de material utilizado.

Substâncias utilizadas para o preenchimento: Preenchedores: São substâncias que promovem o preenchimento, aumento de volume no local aplicado.

Preenchimento com ácido hialurônico: é uma substância presente naturalmente em nossa pele, mas que diminui, junto com as fibras de colágeno, ao envelhecer, levando à formação de rugas, sulcos e depressão da pele. O preenchedor utiliza um ácido hialurônico sintético, idêntico ao da pele, que irá substituir essa perda de volume e melhorando o aspecto e luminosidade da pele.

Principais indicações:

Rugas finas no rosto
Sulcos faciais: sulco nasogeniano (“bigode chinês“)
Reposição e aumento de volume do rosto: causadas pelo envelhecimento ou outras doenças como a Lipodistrofia do HIV, levando a “bochecha murcha”
Rugas periorais: são as “rugas em código de barras”, rugas na boca, rugas nos lábios.
Sulcos do canto da boca e infralabiais.
Correção de cicatrizes
Preenchimento labial: usado para aumento do volume dos lábios.
Preenchimento malar: é a correção e remodelação da maça do rosto, o que pode ser feita tanto com ácido hialurônico, radiesse ® ou pela bioplastia.
Preenchimento para olheiras e “olhos fundo

No local tratado a pele poderá ficar um pouco avermelhada. Ocasionalmente, caso se atinja algum vaso podem ocorrer pequenos hematomas que regridem em pouco tempo.

Para aplicação dos MD CODES, usamos o ácido hialurônico: um polímero, um polissacarídeo natural presente na derme humana. Polissacarídeo é um tipo de açúcar.Devido à sua estrutura química ser altamente solúvel em água, ele se dissolve rapidamente, formando um liquido claro e viscoso. A natureza hidrofílica do ácido o hialurônico desempenha um papel essencial na regulação e manutenção da hidratação dentro dos tecidos.
O ácido hialurônico presente nos preenchedores faciais é estabilizado pelo processo de reticulação, com o objetivo de aumentar a sua longevidade, uma vez que o ácido hialurônico não-reticulado permaneceria na pele por apenas alguns dias, antes de ser degradado.
Estruturalmente, os preenchedores de ácido hialurônico são similares aos encontrados na pele, gerando uma excelente biocompatibilidade e boa integração tecidual.
As propriedades físico-químicas específicas variam em cada produto, determinando o seu desempenho clinico e as indicações para cada tipo de tratamento.
Cada família de preenchedores, de cada fabricante grande, compreende preenchedores de ácido hialurônico elaborados para atender às necessidades anatômicas específicas de cada região da face.
Há ácidos para volumização de queixo, que é diferente dos destinados a leve projeção dos lábios, outros para contorno labial, e ainda alguns bem fluidos e suaves para preencher depressões nas áreas de olheiras.
São misturas de cadeias de ácido hialurônico de alto e baixo peso molecular, combinadas através do exclusivo processo de reticulação, que resultam em um géis altamente eficaz e seguros.