BOTOX

A toxina botulínica do tipo A é uma substância neurotóxica em atual destaque, devido a sua eficácia em aplicações estéticas terapêuticas, preventivas e corretivas, não cirúrgicas, com rara resposta imunológica, com relação às rugas dinâmicas. Estas são produzidas em termos gerais por contrações repetitivas dos músculos faciais e pelo envelhecimento do tegumento, isto é a pele humana, através de um mecanismo de ação eficiente, minimamente invasivo, trazendo benefícios reais, dentro de expectativas também reais.

Conhecida popularmente como Botox®, Toxina Botulínica do tipo A . É um agente biológico, obtido em laboratório, substância produzida pela bactéria chamada Clostridium botulinum.

 

 

No organismo humano, quando injetada por via intramuscular, essa toxina vai ligar-se aos receptores terminais encontrados nos nervos motores, gerando um bloqueio na condução neuromuscular ao entrar nos terminais nervosos, inibindo a recepção da acetilcolina, produzindo paralisia muscular localizada,  Posteriormente novos receptores para a acetilcolina são repostos fisiologicamente, o que acaba por reverter o processo de inibição instalado, conferindo grande segurança a todo o processo e ao organismo humano, pois a ação da neurotoxina não atinge o Sistema Nervoso Central (SNC), não há bloqueio da liberação da acetilcolina, tornando o processo reversível e replicável pela quantidade de vezes necessária ao longo dos anos sem efeitos colaterais desde que aplicada por profissional habilitado e capacitado dentro dos protocolos de seis em seis meses de acordo com o perfil do paciente, para evitar o risco de suscitar defesa imunológica orgânica.

 

A neurotoxina , tem sido frequentemente utilizada no tratamento de rugas dinâmicas, visando a melhoria do aspecto facial, e objetivando uma expressão facial mais suave, descansada, ou até mesmo mais jovial. Importa cuidar que o paciente seja corretamente informado e orientado com relação aos procedimentos e resultados, pois por vezes as expectativas são muito altas, acima das perspectivas reais.

 

 

 

Normalmente, o botox é indicado para suavizar rugas e linhas de expressão no rosto:

  • Rugas na testa;

  • Glabela (espaço entre as sobrancelhas);

  • Rugas que se formam na região dos olhos (“pés de galinha”).

 

A preferência pelo botox aos cremes para rugas é que a toxina botulínica costuma gerar resultados mais visíveis.

Contraindicações para o botox

Há situações em que o botox pode ser contraindicado. Embora a toxina botulínica não apresente riscos à saúde, deve-se examinar cada caso antes da aplicação de botox no rosto.

Devem evitar o uso de botox pacientes com:

  • Alergia a qualquer componente da formulação da toxina.

  • Doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias.

  • Gravidez ou período de amamentação.

Cuidados após aplicação de botox no rosto

A aplicação do botox é um procedimento estético rápido em comparação com cirurgias plásticas. A aplicação dura em torno de 10 minutos e a paciente poderá retomar as atividades normais imediatamente após o tratamento.